3 Razões para Comprar uma Casa em Itália Agora

By Julho 24, 2014

main

Esta é a pergunta fatal: comprar uma casa em Itália agora, é um bom investimento?
A OCDE tenta iluminar o nosso caminho! De acordo com análises recentes do mercado imobiliário em países membros, levado a cabo pela autoridade que é a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico, acontece que podemos identificar 3 categorias diferentes de locais onde comprar uma casa.
Podem ser encontradas pechinchas no Japão, que é o mercado mais barato dentro da OCDE, enquanto que na Europa são Portugal, a Grécia, a Irlanda e a Alemanha que estão subavaliadas. Pelo contrário o Reino unido, a França, a Noruega, a Bélgica e a Holanda, assim como o Canadá, a Austrália e a Nova Zelândia estão demasiado caras.

As casas italianas são acessíveis

Mas, onde fica Itália? Entre estas duas zonas, no mesmo barco que a Espanha e os EUA.
Isto significa que comprar uma propriedade no Bel Paese tem bom valor para o dinheiro. Na verdade, muitas pessoas pensam que a Itália é demasiado cara, mas é apenas um mito urbano.

oecd-500x304

Esta é a primeira razão pela qual os caçadores de casas podem ter uma propriedade valiosa, em algum dos muitos e maravilhosos lugares do país com forma de bota, a preços muito razoáveis, especialmente hoje em dia quando, depois da estagnação da economia, uma casa pode custar-lhe até 5.3% menos que em 2013.
Aliás, desde 2008, o annus horribilis que marca o início da crise para o mercado financeiro global, os preços decresceram em 20-25%.

As taxas de juro das hipotecas estão a diminuir

Em segundo lugar, se necessita de pedir um empréstimo agora, pode também ser um pouco conveniente. As taxas de juro das hipotecas estão, lentamente, a reduzir de acordo com a informação do Banco de Itália, que registou uma Taeg média (taxa de juro aplicada) igual a 3.6% comparativamente aos 3.9% do ano anterior.
Devido a estas contingências favoráveis, as vendas subiram em 4.1% durante o primeiro semestre de 2014, de acordo com a Agência Tributária Italiana.

A Itália é um investimento seguro

Em terceiro lugar, a Itália é um investimento seguro. O FMI – Fundo Monetário Internacional – avisa sobre o efeito de bolha no mercado imobiliário nalguns países em desenvolvimento, como a China e o Brasil, mas também a Austrália, o Canadá, a Noruega e, em particular, o Reino Unido. Isto deve-se ao seu mercado imobiliário excessivamente caro, tal como foi dito anteriormente, e a política de baixas taxas de juro aplicadas pelos seus bancos centrais. Para a Itália, este risco não existe.
Por isso, o sonho Italiano é sempre mais seguro e acessível!